Governo e Vale ofertam serviços de saúde no trem de passageiros

11ª edição do “Estação Saúde”, realizada no trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC), leva ações de saúde para os usuários do trem. (Foto: Divulgação)

A 11ª edição do “Estação Saúde”, realizada no trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC), leva ações de saúde para os usuários do trem. Em alusão ao Dezembro Vermelho, os profissionais promoveram também, nesta quinta-feira (6), ações preventivas e a oferta de testes rápidos de HIV, hepatite B e C.  A atividade será promovida até sexta-feira (7), entre o percurso São Luís e Açailândia.

A ação é realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Vale e Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, com o tema ‘Embarque nessa viagem de educação e saúde’. “É muito importante que a gente possa levar aos usuários do SUS, que aqui são os passageiros do trem, promoção em saúde. São ações educativas para prevenir doenças e agravos. Nesta edição estamos trazendo de forma inédita a Central de Doações para que os passageiros possam obter informações sobre a importância da doação de órgãos, além de informações de todos os serviços que a SES oferta para a população”, afirmou a superintendente de Atenção Primária em Saúde da SES, Joelma Veras.

A passageira Silvia Suellem Souza Barbosa, de 25 anos, ao saber da ação educativa sobre doação de órgãos no ‘Vagão Social’, não perdeu tempo e foi ajudar na divulgação. Ela tem uma filha transplantada e sabe muito bem da importância da conscientização da doação. “O grande problema é a falta de esclarecimento em relação às doações, do que propriamente um tabu. Quando as pessoas são esclarecidas, elas entendem e se posicionam a favor. É preciso ajudar a conscientizar a população. Eu conheci muitas crianças que estão na espera de um órgão e nunca conseguiram. Minha filha teve muita sorte do pai ser compatível”, contou a passageira Silvia Suellem Souza Barbosa, mãe da Maria Sophia, de um ano e meio.

Ao som dos músicos e performance dos atores do Grupo Laborarte, os profissionais orientaram os passageiros sobre cuidados com a saúde, como prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), saúde bucal, saúde do homem (prevenção câncer de pênis e próstata) e mulher (prevenção câncer de mama e colo de útero), entre outras.

Como parte das ações do Dezembro Vermelho, estandes com kits de preservativos e cartilhas para tirar dúvidas sobre diagnóstico e tratamentos das ISTs, HIV/Aids.  Além disso, durante todo o dia, também houve a realização de testes rápidos de HIV, hepatite B e C com aconselhamento e entrega dos resultados.

Vinicius Meireles, de 21 anos, morador de Alto Alegre do Maranhão, aproveitou a viagem para buscar informações sobre saúde do homem. “Eu achei interessante eles abordarem educação em saúde, principalmente a prevenção para a saúde do homem. Muitos jovens não dão muita importância ao uso de preservativos por falta de informação e excessos com álcool e drogas”, destacou o jovem.

Equipe da 11ª edição do “Estação Saúde”. (Foto: Divulgação)

Para a chefe de Departamento de Atenção às DST/AIDS e Hepatites Virais da SES, Jocélia Frazão de Matos, essas ações integradas possibilitam o cuidado na saúde do homem e da mulher. “Essa edição está sendo bem diversa, está fechando o ano, e com foco no Dezembro Vermelho. A SES vem com toda essa roupagem levando sempre a prevenção a toda a população”, explicou.

Pamela de Alves de Souza, 33 anos, natural de Cuiabá-MT, também participou da ação no ‘Vagão Social’. Acompanhada da filha, Maria Laura, três anos, ela ficou encantada e aproveitou os serviços oferecidos. “Eu gostei muito do atendimento, achei que é uma boa ideia e acho que deve ser feito mais vezes. Aqui o atendimento é bom, as pessoas fazem de tudo para a gente se sentir bem confortável”, pontuou.

Comentários

Comentários