Bombeiros reforçam operações em municípios prejudicados pelas chuvas

Diante dos prejuízos causados pelo intenso período chuvoso, equipes de bombeiros intensificam a operação de auxílio aos moradores das áreas ribeirinhas. A prioridade é trabalhar em integração com as prefeituras no sentido de remover as pessoas que ainda estão nas áreas de riscos.

Bombeiros auxiliando moradores em áreas inundadas no município de Carutapera

O cenário de inundação provocado pelas cheias dos rios já deixa 422 famílias desabrigadas e 1106 desalojadas. Até o momento, 18 municípios já decretaram Situação de Emergência: Santo Amaro, Santa Helena, Boa Vista do Gurupi, Itaipava do Grajaú, Formosa da Serra Negra, Barão de Grajaú, Nina Rodrigues, Sítio Novo, Icatu, Alto Alegre do Pindaré, Paço do Lumiar, Araioses, São José de Ribamar, Timon, Conceição do Lago Açu, Imperatriz, Pindaré e Pinheiro.

Outros municípios seguem com o monitoramento realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e Defesa Civil após registrarem ocorrências relacionadas ao aumento dos índices pluviométricos: São Luís, Trizidela do Vale, Pedreiras, Barreirinhas, Araguanã, Turilândia, Bacurituba, Buriticupu, Pirapemas, Luís Domingues, Davinópolis, Caxias, Presidente Sarney, Bacabal, Carutapera, Monção e Balsas.

Remoção de bens das famílias em áreas de riscos

Bombeiros da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil cumprem um calendário de visitas aos municípios mais afetados, o objetivo é auxiliar o executivo municipal no processo legal orientado pela política nacional de Defesa Civil no que diz respeito ao preenchimento das documentações relativas ao decreto de Situação de Emergência, à homologação estadual e ao reconhecimento federal dos eventos anormais vivenciados nesse período.

Equipes de pronta intervenção do CBMMA, também, são empregadas no reforço para o atendimento às ocorrências, além de participarem da operação de retiradas das famílias, assim como de seus pertences nas regiões mais ameaçadas por alagamentos e inundações.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto, explicou a continuidade de trabalho da corporação para manter as ações de proteção às famílias afetadas. “Os bombeiros têm atuado de forma preventiva e, também, tem agido rapidamente no sentido de salvaguardar a vida das pessoas que se encontram em áreas mais vulneráveis”, disse.

Apoio humanitário 

A Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) está prestando apoio aos municípios atingidos, com o Programa Cheque Minha Casa, em caráter emergencial e indenizatório, auxiliando as famílias na recuperação dos bens, além de ajudar em assistência social.

Já a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), em conjunto com o Corpo de Bombeiros, está distribuindo água e cestas básicas às famílias afetadas.

Comentários

Comentários